Santa Catarina quer mais solar para as suas indústrias

A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) tem lançado junto com a francesa Engie e o fabricante de motores e equipamentos elétricos brasileiro WEG Equipamentos Elétricos S. A. um programa para favorecer a adoção de instalações fotovoltaicas entre as indústrias do estado.

O Programa Indústria Solar está dividido em fases. A primeira fase prevê um projeto piloto que ofertará sistemas fotovoltaicos residenciais com condições facilitadas para os colaboradores da FIESC, Engie, WEG, SESI/SC, SENAI/SC, IEL e Celesc. Linhas de financiamento com taxas de juros menores, assim com ofertas de sistemas fotovoltaicos a preços diferenciados serão oferecidos às empresas colaboradoras.

As inscrições para essa etapa começarão no dia 20 de novembro. Na fase seguinte, prevista para 2018, será a vez de colaboradores de outras empresas catarinenses participarem.

“Mesmo nesta etapa piloto, o programa já se destaca por seus números. FIESC, Engie, WEG, SESI/SC, SENAI/SC, IEL e Celesc possuem mais de 40 mil colaboradores e se apenas 10% destes aderirem à iniciativa, serão quatro mil novos sistemas fotovoltaicos entrando em operação no Brasil,” disse a FIESC no seu comunicado.