Pernambuco lança atlas eólico e solar

O governo do Pernambuco lançou na quarta-feira o Altas Eólico e Solar, um instrumento para  mapear as áreas com maior potencial de geração de energias renováveis.

De acordo com a nota do governo, a nova aplicação, disponível no link www.atlaseolicosolar.pe.gov.br, oferece dados técnicos precisos que objetivam  facilitar a instalação de empreendimentos do setor no território pernambucano.

“Esse material vai dialogar com todo um estudo que já foi feito dentro do Pernambuco Tridimensional, onde nós temos mapeado todo o relevo do Estado. Vamos poder, a partir desse atlas, apresentar e vender Pernambuco como um Estado que possui um potencial enorme na geração dessas energias renováveis. A preservação dos nossos mananciais, dos nossos rios é necessária e se tornou um alerta de que a gente precisa investir cada vez mais em energias limpas, alternativas”, disse o governador do estado Paulo Câmara.

O governo sublinhou que o estado tem um potencial técnico da ordem de 100 GW de energia eólica e ainda outros 1.200 GW de energia solar.

O estado do Pernambuco foi o primeiro do Brasil em celebrar um leilão de energia solar. O Leilão de Energia Solar foi celebrado no ano de 2013 e concedeu 122 MW de potência fotovoltaica. Além disso, no ano de 2017, o governo do estado, também, lançou um leilão para fornecimento de energia elétrica a curto prazo de projetos fotovoltaicos para cobrir as necessidades de um organismo público.

 

O estado do Pernambuco foi o primeiro do Brasil em celebrar um leilão de energía solar. O Leilão de Energia Solar se celebrou en 2013 e asignou 122 MW de potencia fotovoltaica. Alem disso, en 2017 o goberno do estado também lançou um leilão para fornecimento de energia elétrica a curto prazo de projetos fotovoltaicos para cobrir as necessidades de um organismo público.