Instalam-se sistemas fotovoltaicos em 740 moradias em Goiás

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) tem anunciado que 740 familias do Residencial Maria Pires Perillo, em Palmeiras de Goiás poderão ter acesso a 3 mil reais para a instalação das placas solares fotovoltaicas nas suas casa.

A Agehab, que ja comecou o cadastramento dos beneficiários, está construindo o Residencial Maria Pires Perillo em parceria com o governo federal e a Prefeitura.

A iniciativa faz parte do Projeto Casa Solar da Agehab, que tem como meta entregar 1.200 mil casas com o sistema fotovoltaico instalado em quatro municípios goianos: Pirenópolis, Alto Paraíso, Caçu e Palmeiras de Goiás.

“Além de garantir o direito à moradia digna, o Governo do Estado de Goiás, por meio da Agehab e do Projeto Casa Solar, oferece às famílias um conjunto de benefícios que vão desde a redução dos valores da conta de energia elétrica, capacitação gratuita para profissionalização numa atividade que cresce no país todo e oportunidade de renda extra. E o mais importante, o benefício ambiental e energético”, afirmou o presidente da Agehab, Luiz Stival.

Em agosto, o Ministério das Cidades anunciou que apoiará fotovoltaica sobre telhado no programa de habitação de baixa renda do país “Minha Casa, Minha Vida”, e que emitirá um decreto antes do final do ano.

O ministro da cidade, Bruno Araújo, disse que esta nova medida, proposta pela associação solar brasileira ABSOLAR, juntamente com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), criará empregos e renda, ajudará a indústria nacional e assegurará ao mesmo tempo qualidade da nova habitação.