Usina Solar é instalada na Granja do Pinheiros (Copercampos)

O projeto programa INOVA, iniciou-se em julho de 2016 e teve como objetivo principal alimentar a criatividade dos profissionais responsáveis das melhoria e inovação da Copercampos.

De acordo com Cristian Rodrigo Venturin, o projeto foi apresentado ao comitê da empresa pelos colaboradores Junior de Oliveira Couto, Ademar Haak, Claudemir Moretto, Jocelino Zanoni, Marcelo Lucas Vieira dos Santos, Odair Pavan e Vanderlei Cordeiro Gonsalves no time “Sustentabilidade” no qual foi aprovado para que pudesse ser estudado. Trata-se da 1ª usina de geração distribuída da Copercampos e contará com 14 inversores em uma área de 6.048 m² de geração.

As principais atividades da cooperativa estão focadas na produção e comercialização de sementes, venda de insumos e agroindústria. Contam com 50 unidades sendo uma delas, a Granja dos Pinheiros, que se dedica a produção de suínos e a que recebeu a usina em suas instalações.

A construção da usina iniciou-se a princípios de outubro e a data prevista para a sua finalização deve ser até novembro e o investimento realizado é de, aproximadamente, R$ 25 milhões até sua finalização.

A obra consta com 3.024 painéis solares contando, primeiramente, com 1 MW, porém o presidente da granja Chiocca sublinha que o objetivo da usina é de 5 megawatts para suprir em 30% o consumo da energia elétrica da Copercampos.

A energia será enviada às linhas de transmissão da concessionária de energia do estado, atendendo o consumo da Granja Pinheiro e o excedente será expandido ao supermercado Copercampos localizado no bairro Aparecida em Campos Novos.

Junior de Oliveira Couto, coordenador da granja de suínos e, como vimos no princípio, um dos integrantes do projeto, reafirma os enormes benefícios do projeto como acessível e rentável por tratar de energia solar que além disso é limpa e, também, agradece a Copercampos por abrir as portas para esta iniciativa.