Fundado grupo de trabalho para energias renováveis no Paraná

Foi no mês passado que o Governador do Paraná, Beto Richa, assinou o decreto que estabelece a Secretaria de Estado do Planejamento como coordenadora do programa que promove e incentiva a produção e o consumo de energias renováveis, principalmente a eólica, solar e biomassa. Esta resolução teve como data instituída a passada terça-feira 06.

Os participantes do grupo de trabalho, a parte da pasta de planejamento, são: as secretarias de Estado da Fazenda, da Agricultura e do Abastecimento, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, além do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e Copel.

As ações empreendidas pelo grupo de trabalho para as energias renováveis são entre elas: pesquisar fontes de financiamento, integra-se ao programa Paraná Competitivo, estabelecer uma agenda de evento relacionados com as energias renováveis, aprofundar a cooperação internacional e articular o Estado com instituições representativas.

Como já citado em outros dos nossos artigos, a maior preocupação do Paraná é o que fazer com os resíduos da produção de suínos, posto que este estado é o maior na produção desta atividade agropecuária.

Sendo assim, uma das principais metas do programa é fazer possível a união entre pesquisa e empresa para que, desta forma, o incentivo com relação as energias renováveis sejam mais direcionadas e assim, encontrar uma solução consciente e inteligente para os resíduos suínos, pois é o tema principal.

As ações no estado do Paraná são bem direcionadas pelo que se pode conferir nos projetos da seguinte maneira: redução da participação da hidroeletricidade de 81% para 73% até 2020 e a ampliação da geração de energia proveniente de biomassa de 5% para 10% e da energia eólica de 0,4% para 4%.