Banco da Amazônia cria uma linha de crédito para geração fotovoltaica distribuida

A Banco da Amazônia (BASA) criou uma linha de crédito que beneficiará pequenos produtores do Amazonas que quiserem financiamento para geradores de energia fotovoltaica.

O anúncio foi dado pelo presidente do BASA, Marivaldo Melo, em resposta a um pedido do deputado estadual Josué Neto (PSD), quem solicitou atenção aos projetos de investimentos no setor elétrico, principalmente para ampliar a rede de distribuição de energia para municípios do interior do e Estado.

“Esse é um apelo não só do manauara mas é de todos que moram na sede e na zona rural de municípios do interior. Nós não temos um insumo tão importante para a produção rural ou industrial. Manaus precisamos do apoio do BASA. O Estado precisa desses investimentos para ter uma energia de qualidade”, disse Neto.

Melo respondeu que o banco está no limite dos investimentos no setor da energia por conta de dois grandes financiamentos que a instituição financeira realizou, que foram o Linhão de Tucuruí, que interligou Manaus e o sudeste do Amazonas ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e a Hidrelétrica de Santo Antônio, localizada no Rio Madeira, em Rondônia.