CBA está produzindo alumínio para painéis solares

A indústria do alumínio quer aproveitar as expectativas de crescimento de 36 vezes da capacidade instalada antes de 2018, e começou este ano a fabricar molduras para painéis solares. De acordo com relatórios de imprensa, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) começou a fabricar molduras de alumínio para a empresa canadense Canadian Solar Inc. situada em Sorocaba, no interior de São Paulo.

“Este ano, começam as primeiras principais entregas dos projetos contratados, o que irá impulsionar a demanda dos fabricantes de equipamentos e componentes para geração de energia solar”, diz Rodrigo Sauaia, presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Com o crescimento esperado nos próximos anos, as indústrias que abastecem o setor solar devem fazer investimentos para atender a demanda. Para isso, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) exige que, para financiar grande projetos, pelo menos 40% dos componentes devem ser fabricados localmente, o que levou empresas como o CBA a dedicar-se a este setor.

“Antes se importava tudo, mas agora, se uma empresa quer obter uma linha de crédito do BNDES, precisa que uma parte dos componentes sejam com conteúdo local. Isso incentivou a aceleração dos investimentos nessas áreas “, diz Fernando Varella, da ABC.

A capacidade de produção inicial do CBA será de 2,2 milhões de kits para painéis por ano, atualmente apenas 55% dessa capacidade é usada. A empresa não divulgou o investimento feito, mas informa que será capaz de expandir a produção se for necessário.